O portal Célio Garcia é uma apresentação da trajetória, da vida intelectual e do acervo de livros, publicações e textos não publicados do psicanalista.

Célio escreveu e publicou 15 livros e centenas de artigos

Confira a relação das obras, demais publicações, teses e dissertações orientadas pelo psicanalista

Ao longo de sua carreira, Célio teve uma intensa produção intelectual, mas que nem sempre resultou na publicação de livros. A produção do Portal Célio Garcia identificou, ao todo, a publicação de 15 livros de sua autoria.

Paralelamente, foram também localizados mais de 100 artigos publicados em diferentes revistas e periódicos, como listados abaixo.

Muitas publicações, no entanto, podem ter se perdido ao longo dos mais de 60 anos de carreira do psicanalista. Caso você tenha algum livro ou artigo de autoria de Célio Garcia que não esteja nas relações abaixo, pedimos que nos mande ou que entre ou contato com a nossa redação: contato@celiogarciaoficial.com.br

Livros publicados

  • GARCIA, C. Clínica do Social. Belo Horizonte: Editora Projeto, 2000.
  • GARCIA, C. Conferências de Alain Badiou no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.
  • GARCIA, C. Estamira, novas formas de existência: por uma clínica da carência. Belo Horizonte: Ophicina de Arte & Prosa, 2011. (Coleção Clínica do Social).
  • GARCIA, C. Incompletude e tematizações do real. Belo Horizonte: Editora Tahl, 1990.
  • GARCIA, C. Interfaces. Belo Horizonte: Ophicina de Arte & Prosa, 2011. (Coleção Clínica do Social).
  • GARCIA, C. O novo paradigma em Biologia, Física e Ciências Humanas. Belo Horizonte: UFMG/PROED, 1987.
  • GARCIA, C. Política: partido, representação e sufrágio. Belo Horizonte: Projeto, 1995.
  • GARCIA, C. Primeiros encontros. Manuscrito inédito. Acervo Célio Garcia, 2001.
  • GARCIA, C. Psicanálise de brasileiro. Belo Horizonte: Taurus, 1997.
  • GARCIA, C. Psicanálise, Política, Lógica. São Paulo: Escuta, 1995.
  • GARCIA, C. Psicanálise, psicologia, psiquiatria e saúde mental: inter-faces. Belo Horizonte: Ophicina de Arte & Prosa, 2002.
  • GARCIA, C. Psicologia Jurídica: operadores do simbólico. São Paulo: Del Rey, 2004.
  • GARCIA, C. Psicologia Jurídica: orientação para o real. Belo Horizonte: Ophicina de Arte & Prosa, 2011. (Coleção Clínica do Social).
  • GARCIA, C. Reflexiones sobre nuestro tempo (tradução de Conferências de Alain Badiou no Brasil). Buenos Aires: Editora Del Cifrado, 2000.
  • GARCIA, C.; SILVA, E. M. P.; VAZ, N. (org.). Um novo paradigma em ciências humanas, física e biologia. Belo Horizonte: UFMG/PROED, 1987.

Artigos completos publicados em periódicos

  • GARCIA, C. A lei e a norma. Curinga, Belo Horizonte, v. 17, 2001.
  • GARCIA, C. A repressão. Cadernos de Psicologia, Belo Horizonte, v. 1, n. 2, 1986.
  • GARCIA, C. A subversão operada no mundo pelo discurso da ciência e… os caminhos da psicanálise. Epistemo-Somática, v. 4, p. 75-82, 2007.
  • GARCIA, C. Análise institucional. Separata da Revista Ciência e Cultura, Belo Horizonte, v. 24, n. 2.
  • GARCIA, C. Análise Sócio-Lógica. Revista de Cultura Vozes, Petrópolis, ano 65, n. 9, 1971.
  • GARCIA, C. Clínica da carência. Carta de Psicanálise, v. 1, 2008.
  • GARCIA, C. Como nomear um grupo. Análise da Instituição Psicanalítica, Belo Horizonte, n. 2, 1982.
  • GARCIA, C. Conjuntura teórica e controvérsia experimental. Arquivos Brasileiros de Psicologia Aplicada, Rio de Janeiro, v. 23, n. 4, out./dez. 1971.
  • GARCIA, C. Continuidade ou Descontinuidade? Revista IDEA, Rio de Janeiro, n. 27, 1989.
  • GARCIA, C. Demanda e desejo. Cadernos de Psicologia, Belo Horizonte, v. 3, n. 1, 1986.
  • GARCIA, C. Dois comentários sobre psicanálise e classificações. Cartas de Psicanálise, Ipatinga, ano 2, v. 2, n. 2, 2007.
  • GARCIA, C. Globalização e pós-modernidade. Caderno de Debates Plural, Belo Horizonte, n. 12, 1999.
  • GARCIA, C. Imagem Movimento, Imagem Tempo, Imagem do Cinema? Cartas de Psicanálise, Ipatinga, ano 4, v. 1, n. 5.
  • GARCIA, C. Instituições e ciências humanas. Separata da Revista Kriterion, Belo Horizonte, anos de 1966 a 1972, v. XIX, n. 68.
  • GARCIA, C. Instituições psicanalíticas. Separata da Revista Kriterion, Belo Horizonte, v. XXI, n. 68, jan./dez. 1975.
  • GARCIA, C. Leitura de Freud. Separata da Revista de Cultura Vozes, Belo Horizonte, ano 67, v. LXVII, n. 4, 1973.
  • GARCIA, C. Mediação ou sentença? Sentença. IBDFAM – Revista Brasileira de Direito das Famílias e Sucessões, v. 00, 2003.
  • GARCIA, C. No cabaré mineiro. Cadernos de Psicologia, Belo Horizonte, v. 4, n. 2, 1987.
  • GARCIA, C. O corpo e suas mucosas. Agenda de Psicanálise, Rio de Janeiro, n. 2.
  • GARCIA, C. O tempo e o corte. Cadernos de Psicologia, Belo Horizonte, v. 3, n. 2, 1986.
  • GARCIA, C. Objetivos da Psicoterapia. Revista de Psicologia – Sociedade Mineira de Psicologia, v. 1, n. 1, 1984.
  • GARCIA, C. Perspectiva estruturalista em psicanálise. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Separata do n. 15, dez. 1965.
  • GARCIA, C. Psicanálise e classificações. Cartas de Psicanálise, v. 2, 2007.
  • GARCIA, C. Psicanálise e filosofia. Revista de Psicologia & Psicanálise, Rio de Janeiro, n. 2, 1991.
  • GARCIA, C. Psicologia social e comunidade. Arquivos Brasileiros de Psicologia Aplicada, Rio de Janeiro, v. 23, n. 4, out./dez. 1971.
  • GARCIA, C. Psiquiatria/Informação. Revista de Cultura Vozes, Petrópolis, ano 67, n. 4, 1973.
  • GARCIA, C. Responsabilidade sem culpa. Cartas de Psicanálise, Ipatinga, ano 1, v. 1, n. 1, 2004.
  • GARCIA, C. Retórica do fazer e poética do refazendo. Revista de Psicologia Plural, Belo Horizonte, ano XVII, n. 27, 2008.
  • GARCIA, C. Sobre a Lei e a Culpa. Revista de Estudos & Informações, Belo Horizonte, n. 10, 2002.
  • GARCIA, C. Transferência reciprocidade. Sofia – Revista de Filosofia – UFES, Vitória, v. VIII, n. 9-10, 2002.
  • GARCIA, C. Um amor chamado platônico, um amor nada/nem tanto “platônico”. Ensaios de Psicanálise, Salvador, ano I, 1981.
  • GARCIA, C.; GONTIJO, T. “Coisa” de Japonês. Isso – Despensa Freudiana, Belo Horizonte, n. 1, 1989.
  • GARCIA, C.; LUZ, M. A.; KATZ, C. S. Análise institucional: teoria e prática. Revista de Cultura Vozes, v. 67, n. 57, p. 254-336, maio. 1973.
  • GARCIA, C.; MARI, H.  Recursividade e criatividade. Separata da Revista Kriterion, Belo Horizonte, v. XXIII, n. 70, jan./dez. 1977.
  • GARCIA, C.; MARI, H. Estrutura conceitual e apreensão do Mundo. Separata da Revista Kriterion, Belo Horizonte, v. XXII, n. 69, jan./dez. 1976.
  • GARCIA, C.; MARI, H.; MARGUTTI, P. R. Algumas questões relativas à formalização da linguagem natural. Separata da Revista Kriterion, Belo Horizonte, v. XXIV, n. 71, jan./dez. 1978.
  • GARCIA, C.; SILVA, E. M. de P. e. “Novo paradigma” – novo estilo para a análise da articulação saber/poder. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, n. 75, 1983.

Capítulos de livros publicados

  • GARCIA, C. As palavras e as cousas. In: PELLEGRINO, Hélio (coord.). Psicanálise em crise. Petrópolis: Editora Vozes, 1974. v. 1.
  • GARCIA, C. Complexo neuronal e preferência do sujeito. In: LAUAR, Hélio (org.). A psiquiatria e suas conexões: política, biologia, filosofia. Belo Horizonte: Associação Mineira de Psiquiatria; Associação Brasileira de Psiquiatria, 1996.
  • GARCIA, C. Consciência e desejo em sistemas autônomos. In: BERLINCK, Manoel T. (org.). O desejo na psicanálise. Campinas: Papirus, 1985.
  • GARCIA, C. Democracia radical. In: FLEURY, Sônia (org.). Saúde coletiva? Questionando a onipotência do social. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1992. p. 197-212.
  • GARCIA, C. Dinâmica da Mediação. In: GROENINGA, Giselle Câmara; PEREIRA, Rodrigo da Cunha (org.). Direito de Família e Psicanálise: Rumo a uma nova Epistemologia. Rio de Janeiro: Imago, 2003.
  • GARCIA, C. Entrevista de Célio Garcia concedida a Júlia Andrade Ramalho-Pinto e Mauro Condé. In: RAMALHO-PINTO, Julia Andrade; GAETANI, Maria Luiza de Souza Leite (org.). A cultura vai ao Shopping. Belo Horizonte: Argumentum, 2008.
  • GARCIA, C. Filosofia e psicanálise. In: TEIXEIRA, Antônio; MASSARA, Guilherme (org.). Dez encontros: Psicanálise e filosofia – o futuro de um mal-estar. Belo Horizonte: Opera Prima, 2000.
  • GARCIA, C. Graças à letra “soft”, a estrutura “hard” dura. In: MARI, Hugo; DOMINGUES, Ivan; PINTO, Julio (org.). Estruturalismo: memória e repercussões. Rio de Janeiro: Diadorim Editora.
  • GARCIA, C. Introdução. In: LECLAIRE, Serge. O corpo erógeno: uma introdução à teoria do complexo de Édipo. São Paulo: Editora Escuta, 1992.
  • GARCIA, C. Linguagem na clínica. In: CHEBADI, Wilson de Lyra (comp.). Psicanálise: prática e clínica. Petrópolis: Editora Vozes, 1975. v. 3.
  • GARCIA, C. Macunaíma – tipo ou ocorrência de subjetividade brasileira? In: KYRILLOS NETO, Fuad; OLIVEIRA, Rodrigo Tôrres; SILVA, Rogério de Oliveira (org.). Subjetividade(s) e sociedade: contribuições da Psicologia. Belo Horizonte: Conselho Regional de Psicologia de Minas Gerais, 2009.
  • GARCIA, C. “Me inclui fora dessa!”. In: BARRETO, Cristiane; BRANDÃO, Mônica (org.). Liberdade assistida: uma medida. Belo Horizonte, PBH/SMASS, 2008.
  • GARCIA, C. Nota sobre a função do pai. In: LECLAIRE, Serge. O corpo erógeno: uma introdução à teoria do complexo de Édipo. São Paulo: Editora Escuta, 1992.
  • GARCIA, C. Nota sobre a intervenção psicanalítica. In: LECLAIRE, Serge. O corpo erógeno: uma introdução à teoria do complexo de Édipo. São Paulo: Editora Escuta, 1992.
  • GARCIA, C. Nota sobre a lei e o campo científico. In: LECLAIRE, Serge. O corpo erógeno: uma introdução à teoria do complexo de Édipo. São Paulo: Editora Escuta, 1992.
  • GARCIA, C. Nota sobre o interdito. In: LECLAIRE, Serge. O corpo erógeno: uma introdução à teoria do complexo de Édipo. São Paulo: Editora Escuta, 1992.
  • GARCIA, C. O desejo na Psicanálise. In: BERLINK, Manoel T. (org.). O desejo na Psicanálise. São Paulo: Papirus, 1985.
  • GARCIA, C. O que garante o coletivo? In: LAUAR, Hélio (org.). A psiquiatria e suas conexões: política, biologia, filosofia. Belo Horizonte: Associação Mineira de Psiquiatria; Associação Brasileira de Psiquiatria, 1996.
  • GARCIA, C. O trabalho, sintoma do homem na “clínica do social”. In: GOULART, Íris B.; SAMPAIO, Jáder R. (org.). Psicologia do trabalho e gestão de recursos humanos: estudos contemporâneos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.
  • GARCIA, C. Perversidad y perversión. In: MILLER, Jacques-Alain et al. Perversidades. Buenos Aires: Editorial Paidós, 2001.
  • GARCIA, C. Psicanálise e Clínica do Social – Sujeito-Cidadão. In: SANTOS, Luiz Antonio Viegas dos (org.). Psicanálise de Brasileiro. Rio de Janeiro: Taurus Editora, 1997.
  • GARCIA, C. Psicanálise e Educação. In: LOPES, Eliane Marta Teixeira (org.). A Psicanálise escuta a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 1998. p. 11-34.
  • GARCIA, C. Psicanálise e literatura. In: RIBEIRO, Ivan (coord.). Psicanálise: o imaginário. Petrópolis: Editora Vozes, 1976. v. 4.
  • GARCIA, C. Psicoanálisis aplicado y la religión em la práctica. In: GAVLOVSKI, Johnny; ULLOA,  Raquel Cors (comp.). Psicoanálisis y Religión. Caracas: Editora Pomaire, 2009.
  • GARCIA, C. Psiquiatria e política.  In: PAOLIELLO, Gilda (org.). O melhor do risco. São Paulo: Segmento Farma, 2010.
  • GARCIA, C. Responsabilidade da Medicina e responsabilidade da Psicanálise. A Psicanálise não será arrogante. In: BATISTA, Glauco; MOURA, Marisa Decat de; CARVALHO, Simone Borges de (org.). Psicanálise e Hospital: a responsabilidade da Psicanálise diante da Ciência Médica. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2011. v. 5.
  • GARCIA, C.; CONTIJO, T. Do mítema ao matema. In: O QUE pode um analista? III Encontro Brasileiro do Campo Freudiano. Salvador: Editora Vozes, 1991.
  • GARCIA, C.; LAIA, S. “Passe” adiante. In: O QUE pode um analista? III Encontro Brasileiro do Campo Freudiano. Salvador: Editora Vozes, 1991.
  • GARCIA, C.; TONET, Andréa Abritta Garson; PAVEZ, Graziela Acquaviva. Olhares sobre a vítima. In: CONSTRUÇÃO da cidadania: a vítima em debate. Belo Horizonte: NAVCV, 2002.

Outras publicações

  • GARCIA, C. Prefácio do livro “Psicanálise e hospital – a criança e sua dor”. Rio de Janeiro, 1999. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)
  • WEIL, Pierre et al.; GARCIA, C. (colab.). Dinâmica de grupo e desenvolvimento em relações humanas. Belo Horizonte, Editora Itatiaia Limitada, 1967.
  • GARCIA, C. Processos de grupo: tentativas para o estabelecimento de critérios com vistas à avaliação de resultados. 1965. Tese (Doutorado em Psicologia) – Faculdade de Filosofia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1965.
  • GARCIA, C. Papéis do Simpósio: Análise e psiquê. Belo Horizonte: Simpósio do Campo Freudiano.
  • BAREMBLITT, Gregório. Acto Psicoanalítico – Acto Político (com textos de Célio Garcia). Rio de Janeiro: IBRAPSI.

Eventos

  • Seminário Socio-Jurídico da Criança e do Adolescente, organizado pelo Centro de Estudos de Direitos da Família e ANAMAGES. 2008. (Seminário).
  • XIV Congresso Brasileiro de Psiquiatria, realizado de 06 a 09 de novembro. Complexo neuronal e preferência do Sujeito. 1996. (Congresso).
  • GARCIA, C. Wittgenstein e a Psicanálise. In: ENCONTRO NACIONAL DE FILOSOFIA, 5., 1992, Diamantina. Anais […]. Diamantina: Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia (ANPOF), 1992.

Textos em jornais/revistas

  • GARCIA, C. Entrevista no caderno Pensar – “Psique e Política. Jornal Estado de Minas, Belo Horizonte/MG, 22 maio 2004.

Apresentações de Trabalho

  • GARCIA, C. Seminários nos cursos dirigidos pelos professores Arthur José de Almeida Diniz, Menelick de Carvalho na Faculdade de Direito da UFMG. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).
  • GARCIA, C. Palestra na Oficina de Imagens, 11 de Setembro de 2008. Comentário sobre o filme Estamira, de Marcos Prado. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Orientações

Dissertações de mestrado

  • ARAÚJO, Arthur Octávio de Melo; GARCIA, Célio. Merleau-Ponty: da semântica do corpo ao gesto da palavra. 1992. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 1992.
  • CARDOSO, Célio Moreira; GARCIA, Célio. Wittgenstein: a filosofia da linguagem como filosofia primeira e paradigma. 1980. 125 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 1980.
  • CERQUEIRA, Sônia Marques; GARCIA, Célio. O acontecimento político em um hospital psiquiátrico. 1987. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 1987.
  • GUIMARÃES, Leila Mariné da Cunha; GARCIA, Célio. A autonomia, a ciência e o social. 1987. 189 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 1987.
  • LIMA, Marcos Eduardo Rocha; GARCIA, Célio. Quem somos nós e o que podemos ser? Uma busca através de Lacan e Deleuze. 1988, 132 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 1988.
  • MARI, Hugo; GARCIA, Célio. A noção de quantidade na língua portuguesa: estudo das possibilidades de representação formal de alguns de seus aspectos. 1979. Dissertação (Mestrado em Estudos Lingüísticos) – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, 1979.
  • MIRANDA JÚNIOR, Hélio Cardoso de; GARCIA, Célio. A pessoa em desenvolvimento: o sujeito de direito e o discurso psicológico nas leis brasileiras sobre a infância e juventude (1927, 1979 e 1990). 1999. 159 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 1999.
  • MURTA, Claudia Pereira do Carmo; GARCIA, Célio. Os mitemas e os matemas na elaboração da teoria pulsional. 1992. 109 f., Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 1992.
  • TEJERA, Marisa Estela Sanabria; GARCIA, Célio. O sujeito da transformação política na obra de Alain Badiou. 1991. 127 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 1991.

Tese de doutorado

  • GUIMARÃES, Bruno Almeida; SANTOS, José Henrique; GARCIA, Célio. A ética desde Lacan: os impasses do real e os usos do gozo. 2006. Tese (Doutorado em Filosofia) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 2006.
  • MENEZES, Ricardo; GARCIA, Célio. Mal estar do discurso médico. 2008. Tese (Doutorado em Infectologia e Medicina Tropical) – Universidade Federal de Minas, 2008.

Participação em bancas de trabalhos de conclusão

Mestrado

  • GARCIA, C.; JUNIOR, OF. Participação em banca de Renata Damiano Righini. O aparelho de linguagem da Psicose. 2008. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais.


Teses de doutorado

  • GARCIA, C.; Borges, ON. Participação em banca de Eneida Pereira dos Santos. Gil Amâncio e Encontros: Processos educativos, Cultura Negra, Intervenções de Mestres e Convivência. 2008. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras da UFMG) – Universidade Federal de Minas Gerais.
Compartilhe:

One thought on “Célio escreveu e publicou 15 livros e centenas de artigos

  1. Excelente lançamento e organização do Portal. Celio Garcia foi meu professor ainda no curso de psicologia ministrado na Católica, cuja sede era na Praça da Liberdade. Minha graduação ocorreu em dezembro de 1963. Os laços de amizade se estenderam à esposa e filhos. Celio e Angelina foram meus padrinhos de casamento civil e os convidei posteriormente, para padrinhos de batismo de minha filha nascida em São Paulo, em 1966

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.